segunda-feira, 25 de junho de 2018

O que, quando, como, onde e por que...

Quer trabalhar? (Itabuna, Ilhéus e Jequié)

ITABUNA
ASSISTENTE DE VENDAS (ESTÁGIO)
Ensino Superior Cursando Administração, Ciência Contábeis, Gestão Comercial ou Markerting
Não necessita experiência
1 VAGA

AUXILIAR FINANCEIRO (ESTÁGIO)
Ensino Superior Cursando Administração, Economia ou Ciência Contábeis
Experiência mínima de 6 meses na área
1 VAGA

Esporte na TV (segunda)

11h00 - Copa do Mundo: Uruguai x Rússia - GLOBO, SPORTV e FOX SPORTS
11h00 - Copa do Mundo: Arábia Saudita x Egito - SPORTV2 e FOX SPORTS2
15h00 - Copa do Mundo: Irã x Portugal - GLOBO, SPORTV e FOX SPORTS
15h00 - Copa do Mundo: Espanha x Marrocos - SPORTV2 e FOX SPORTS2
19h15 - Campeonato Brasileiro Série C: Náutico x Botafogo/PB - ESPORTE INTERATIVO
20h00 - Campeonato Brasileiro Série C: Salgueiro x Confiança - EI PLUS (Internet)
20h00 - Beisebol Universitário Americano: partida não informada - WATCHESPN (Internet)
21h15 - Campeonato Brasileiro Série D: Campinense x Brasiliense - ESPORTE INTERATIVO
23h00 - MLB: Chicago Cubs x Los Angeles Dodgers - ESPN

domingo, 24 de junho de 2018

Resultados deste domingo (em atualização)

Homicídio em Ibicaraí; vítima foi morta com golpes de mola

Um homem, ainda não identificado, foi encontrado morto na tarde deste domingo (24), em uma garagem na cidade de Ibicaraí. Segundo o Departamento de Policia Técnica de Itabuna, a vítima foi morta com golpes de mola de um veículo. O criminoso utilizou a peça para atingir várias vezes o rosto do desconhecido. No local, moradores não quiseram falar sobre o assunto. A polícia investiga para descobrir a autoria e motivação do crime.

Homicídio em Cabrália; segurança de shopping foi executado

O segurança patrimonial Maicon Neves Vulga, de 25 anos, foi morto com dois tiros, neste domingo (24), em Coroa Vermelha, município de Santa Cruz Cabrália. Segundo a polícia, o crime, que ocorreu na madrugada deste domingo (24), foi praticado por dois homens armados. Os bandidos invadiram um alojamento na Passarela Indígena, onde Maicon trabalhava e começaram a atirar. Um amigo dele, identificado como Jean Santos, foi atingido por um tiro no pé. Maicon fazia a vigilância no local, onde são comercializados produtos artesanais confeccionados por índios pataxó, mas não usava arma de fogo. Conforme constam no banco de dados da polícia, Maicon e Jean não possuíam antecedentes criminais. Uma investigação foi instaurada. A polícia informou que um suspeito já foi identificado. (Rada64)

Vereador sofre acidente de carro na Ilhéus-Itacaré

Miguel da Matinha (PSB), vereador de Itacaré, capotou o veículo que conduzia no KM-11, da BA-001, na tarde deste sábado (23). Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, Miguel informou que um caminhão guincho teria tentado fazer uma ultrapassagem, retornou a sua mão e acabou tocando em seu Uno, placas OLC-7674, licença de Itacaré. Com a colisão, o veículo acabou capotando. O vereador sofreu escoriações e foi levado para o Hospital do Cacau, em Ilhéus, onde foi medicado.

Bandidos tombam em confronto com a polícia de Gongogi

Dois elementos, ainda não identificados, foram mortos em troca de tiros, na noite deste sábado (23), na cidade de Gongogi. A equipe da Rondesp Sul, recebeu informações de briga entre facções. Ao chegar no local, os policiais foram recebidos a tiros por dois elementos, que acabaram baleados. Eles ainda foram levados para o hospital municipal, mas acabaram morrendo. Com a dupla foram encontradas 129 buchas de maconha, dois revolveres e muita munição.

Campeonato baiano de TV é o mais emocionante do Brasil

A Bahia é hoje uma das praças mais problemáticas da Globo no país em audiência. Embora ainda lidere nas principais medições, a emissora da família Marinho tem uma grande e incômoda pedra no sapato por lá. A TV Itapoan (Record Bahia). Para tentar reduzir o problema, a TV Bahia (Globo) promoveu mudanças nos últimos tempos para ganhar fôlego na região. Entre as mudanças: A emissora tirou uma das estrelas da Record local (a jornalista e ex-modelo Jessica Senra) e a colocou no “Bahia Meio-Dia” --para competir diretamente com o maior ibope da Itapoan, “Balanço Geral BA”; Em Salvador a Globo encerra o programa “Encontro com Fátima” 10 minutos antes que no restante do Brasil, para que Jessica e o “Bahia Meio Dia” entre na mesma hora que o “Balanço Geral”; A Globo lançou uma novela inteiramente rodada na Bahia (“Segundo Sol”) A entrada de Jessica Senra foi auspiciosa e elevou o ibope da Globo em 25% na primeira semana, deixando o “Bahia Meio-Dia” na liderança. Mas, demorou pouco e a Record já reagiu e voltou a atormentar a Globo. Em primeiro lugar, a Itapoan-Record colocou outra Jessica, a Smetak, para substituir Senra no matinal “Bahia no Ar”. O telejornal continua líder, deixando a Globo em segundo. O “Fala Brasil” e o “Hoje em Dia” também ou lideram a audiência ou ficam encostados na Globo. Já entre 11h50 e 15h a coisa aperta: o “Balanço Geral BA” retomou a liderança esta semana, e a Globo voltou ao segundo lugar. Na última segunda, por exemplo, o “Balanço” apresentado pelo “fenômeno” Zé Eduardo, o Bocão, chegou a 20,1 pontos e 40% de share na Grande Salvador. Registrou mais que a Globo (12,8) e o SBT (6,4) somados, um fato raríssimo na TV aberta. Bocão é hoje um fenômeno de audiência. É a maior audiência da Record não só na Bahia, mas em todo o Brasil. Enfim, para quem gosta de acompanhar a audiência da TV, a praça Bahia é sem dúvida o “campeonato” mais emocionante do Brasil. (Ricardo Feltrin)

Homicídio e tentativa na rua da Felicidade, em Ilhéus

A equipe do Núcleo de Homicídios de Ilhéus, pertencente a 7ª Coorpin, está caçando quatro suspeitos do assassinato de Jéferson dos Santos de Souza, 23 anos, e tentaram contra vida de Tiago Nascimento Conceição, 19, na madrugada deste sábado (23), fato ocorrido na rua da Felicidade, bairro Nossa Senhora da Vitória. De acordo com informações chegadas à polícia, quatro elementos, fortemente armados, arrombaram a porta da frente da residência, onde as vítimas se encontravam, executando Jéferson com tiros no rosto, possivelmente de calibre 12, enquanto Tiago conseguiu fugir sendo alvejado na região do braço, sendo encaminhado para emergência do hospital Costa do Cacau, onde está internado. A polícia civil segue investigando as causas e a motivação do crime. (Fábio Roberto)

Homicídio tentado no Jardim Primavera

Um homem, ainda não identificado, foi ferido por golpes de arma branca, tipo facão, na cabeça e no braço no interior de sua residência, no Caminho A, bairro Jardim Primavera. Ele encaminhado por uma ambulância do Samu 192 para o hospital de Base de Itabuna, onde foi medicado. Segundo a vítima, o fato ocorreu durante uma tentativa de roubo a sua casa, na madrugada deste domingo (24) e o autor teria fugido a bordo de uma bicicleta de cor vermelha. A polícia investiga o crime.

Quatro motos roubadas nas últimas horas em Itabuna

No intervalo de seis horas deste sábado (23), três motos foram roubadas nos bairros Fátima, Califórnia e Nova Califórnia. Uma quarta motocicleta foi levada pelos bandidos na manhã deste domingo (24), na avenida Juracy Magalhães, em Itabuna. Por volta das 6h50, a Honda/Fan de cor preta, placa NTD-4277, foi roubada no bairro de Fátima. Às 9 horas, dois elementos a bordo de uma moto de cor azul, um deles portando arma de fogo, roubaram a Honda/Fan vermelha, placa NYH-6136, no Semi Anel Rodoviário, imediações do bairro Califórnia. Duas horas depois, a Honda/Fan vermelha, placa NTL-5369 foi roubada no Semi Anel Rodoviário, BR-415. E, na manhã deste domingo (24), na avenida Juracy Magalhães, dois indivíduos, um deles portando uma arma de fogo, roubaram a moto Dafra vermelha e preta, placa de nº 4547 (a vítima não soube informar as letras) e fugiram pela mesma avenida em direção a Ilhéus.

Traficante preso no Jubiabá, em Ferradas

Marcos Souza de Mendonça Júnior foi preso no início da noite deste sábado (23), por uma guarnição da PM. Ele foi flagrado em atitude suspeita, em via pública no Condomínio Jubiabá, bairro Ferradas. Ao avistar a presença da guarnição Marcos se assustou tentando fugir dos policiais e, ao correr, sofreu uma queda ficando com algumas escoriações. No momento em que foi abordado e revistado, foram encontradas 23 buchas de maconha embaladas em papel alumínio, pesando, aproximadamente, 28 gramas.

Customização responde por até 80% das vendas em oficinas

O mercado de customização de carros e motos, voltado para os proprietários de veículos que buscam originalidade e exclusividade, é responsável por até 80% das vendas de peças e serviços das oficinas de manutenção de Salvador e região metropolitana. Os serviços mais requisitados não envolvem a total descaracterização visual do veículo, mas personalizações, como a pintura de pinça de freio, troca de lâmpadas comuns pelas de LED, detalhes internos cromados. “Passamos da chamada época do tuning, onde as pessoas faziam customizações pesadas, modificando toda a estrutura do carro. O cliente atual tem a noção de que uma mudança radical no carro vai derrubar o seu valor de mercado. A solução então é fazer mudanças mais leves, como a pintura de pinça de freio”, conta Carlos Alberto Galvão, dono da oficina By Carlinhos Custom Garage, em São Marcos. As modificações feitas na oficina de Galvão são destinadas apenas para os carros. O empresário afirma que 80% dos serviços mensais da oficina são de personalizações, como a pintura e a instalação de cromado interno, feitas para criar visual mais esportivo. Os 20% restantes são das atividades de manutenção veicular. A demanda dos clientes pelos serviços de customização gerou a necessidade de mudança da estrutura física da By Carlinhos, fato que fez o empreendedor planejar a transferência de bairro da oficina.

Aluno denuncia fraude em cotas de Medicina na Ufsb

A suspeita veio logo que saiu a lista de aprovados para o curso de Medicina. Na época, dezembro do ano passado, o estudante de Direito Moises Sant’Ana, 27 anos, estranhou o perfil de parte dos chamados para cursar a primeira turma dessa graduação na Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsb), que tem campi em Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Itabuna. Na instituição, os cursos são divididos entre primeiro e segundo ciclos – Bacharelados (BIs) e Licenciaturas Interdisciplinares (LIs) seriam do primeiro e cursos tradicionais, chamados lá de ‘profissionalizantes’ (como Medicina, Direito e Engenharias), do segundo ciclo. Para chegar aos profissionalizantes, obrigatoriamente, os estudantes precisariam ter passado pelo primeiro ciclo. E foi nessa transição de um ciclo para o outro que Moises percebeu algo estranho: ele suspeitou que tinha gente que não deveria estar ali. Ao ver os nomes, acreditou que gente que não é negra estaria ocupando espaço reservado aos alunos que são. Era o início de uma denúncia de fraude nas cotas que chegou a envolver até o alto escalão administrativo da universidade e um processo por danos morais em R$ 10 mil. Leia a matéria completa aqui

6 em cada 10 jovens pensam deixar país para morar no exterior

A falta de segurança e de perspectivas profissionais somadas ao alto custo de vida e impostos elevados fazem com que 19 milhões de jovens brasileiros, na faixa etária de 16 a 24 anos, queiram deixar o Brasil em busca de oportunidades no exterior. Portugal é o segundo principal destino, depois dos Estados Unidos. Em seguida estão Canadá, França, Espanha e Inglaterra. Os dados são do Instituto DataFolha que ouviu 2.090 entrevistados. A pesquisa mostra que 50% dos que têm entre 25 e 34 anos gostariam de abandonar o Brasil. Esse percentual cai para 44%, na faixa de 35 a 44 anos e 32% para os que estão entre os 45 e os 59 anos. No grupo acima de 60 anos, o percentual é de 24%.

Prisões matam mais de quatro por dia no Brasil

A Constituição veda a pena de morte no país, mas a distância entre as garantias da lei e a vida real é grande o suficiente para esconder uma rotina: entre 2014 e 2017 pelo menos 6.368 homens e mulheres morreram sob a custódia do Estado, seja por doenças que infestam as penitenciárias, homicídios ou suicídios. Esse quadro repercute diretamente no dia a dia de violência que atinge todas as regiões do país. Nesse período, houve uma média superior a quatro mortes por dia nas prisões brasileiras. As informações são resultado de um levantamento do GLOBO feito via Lei de Acesso à Informação, com solicitações remetidas aos 26 estados e ao Distrito Federal. Desses, 21 enviaram os dados, de forma completa ou parcial. Ao todo, 3.670 (57,6%) casos são classificados como mortes naturais, quase sempre por problemas de saúde. Boa parte da população carcerária atingida é jovem — em 2016, 55% dos detentos tinham até 29 anos, de acordo com informações do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Outros 1.094 (17,2%) presos foram assassinados, e 266 cometeram suicídio, segundo registros oficiais. Há ainda 472 mortes em todo o Brasil que sequer foram esclarecidas e são classificadas pelas secretarias estaduais como tendo causa indeterminada ou desconhecida. Em 665 casos, os estados não forneceram informação suficiente para a classificação. Nos últimos quatro anos, 250 de cada cem mil detentos brasileiros morreram. No quesito homicídios, por exemplo, a média dentro das penitenciárias supera a dos assassinatos nas ruas (são 43 mortes para cada cem mil contra 30,3). Em uma realidade em que 36% dos encarcerados estão presos provisoriamente, sem sequer serem julgados, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os números revelam um quadro ainda maior.

Teleconsulta soluciona 62% dos casos e reduz fila do SUS

Teleconsultorias têm sido usadas como forma de aumentar a efetividade da atenção primária à saúde e reduzir as longas filas de espera por especialistas no SUS. O serviço é oferecido por um programa ligado à UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), com apoio do governo gaúcho e subsidiado pelo Ministério da Saúde. Em cinco anos, o TelessaúdeRS fez mais de 90 mil consultorias por telefone de médicos de todo o país com índice de resolução de 62%. Ou seja, 6 em cada 10 casos clínicos atendidos no programa são resolvidos no posto de saúde, sem necessidade de encaminhamentos a especialistas. Médicos, dentistas, pessoal da enfermagem e demais profissionais na ponta do SUS podem usá-lo em dias úteis no horário comercial. A ligação para 0800-644-6543 é gratuita. A sala de teleatendimentos, na região central de Porto Alegre, lembra uma central de telemarketing. Há 53 profissionais —médicos de 15 especialidades, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas e farmacêuticos. O programa também regula a lista de espera por especialistas no interior gaúcho e obteve redução de 47% da fila —de 170 mil para 90 mil pessoas. Há déficit de 3.000 a 5.000 consultas por mês. A partir de julho o serviço de regulação da fila será replicado em cinco capitais (Porto Alegre, Rio, Manaus, Maceió e Brasília). O lançamento ocorre nesta quinta-feira (28). Juntas, essas cidades têm filas de mais de 500 mil pessoas em 14 especialidades, entre elas neurologia, endocrinologia e cardiologia.

Apenas 2,4% dos jovens brasileiros querem ser professor

No Brasil cada vez menos jovens querem seguir a carreira docente. Hoje, apenas 2,4% dos alunos de 15 anos têm interesse na profissão. Há dez anos, o porcentual era de 7,5%. Os dados são do relatório Políticas Eficientes para Professores, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Na média, os países avaliados também tiveram queda na proporção de alunos de 15 anos interessados pela carreira. O porcentual passou de 6% dos adolescentes para 4,2%. Segundo o estudo, a baixa atratividade da carreira se deve ao pouco reconhecimento social e aos salários. Filho de pais que não tiveram a oportunidade de fazer faculdade, José conseguiu uma bolsa em uma escola particular no ensino médio e depois cursou Biologia e licenciatura. “Para famílias menos favorecidas, ser professor não é uma péssima ideia. Mas, na escola privada, os alunos são incentivados a irem para carreiras mais prestigiadas”, diz. Hoje, aos 25 anos, ele dá aula para crianças de 6 e 7 anos em uma escola municipal de Praia Grande, no litoral paulista. No Brasil, são alunos como José que querem ser professores. O relatório indica que quanto menor a escolaridade dos pais, maior é a proporção dos interessados na carreira. Os dados mostram que a profissão é a escolha de 3,4% dos jovens filhos de pais que só concluíram o ensino fundamental. Entre os filhos de pais que cursaram até o ensino superior, o porcentual cai para 1,8%.

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%, diz Ipsos

Depois de três meses de estabilidade, a desaprovação ao pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) subiu de 60% para 64%, enquanto a aprovação caiu de 23% para 20%. Esta é a principal novidade da pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, que todos os meses analisa a opinião dos brasileiros sobre personalidades do mundo político e jurídico. Praticamente não houve mudanças nas taxas dos demais possíveis concorrentes ao Planalto. "Bolsonaro vem mantendo esse patamar de aprovação há um ano", disse Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos. "É possível que seja um dado que confirme seu teto. O início da campanha eleitoral, após a Copa, vai testar a solidez dessa aprovação." Todos os presidenciáveis seguem com taxas altas de reprovação. O que aparece em pior situação é Geraldo Alckmin, do PSDB: 70% desaprovam seu desempenho, contra 18% de aprovação.

Brasil é pior país em retorno dos impostos para a população

Se por um lado o governo tem perdido bilhões com incentivos fiscais, por outro, o que de fato tem sido arrecadado é mal gerido e coloca o País na última posição de um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Dentre os 30 países que mais arrecadam no mundo, o Brasil é justamente o pior em retorno dos impostos em serviço públicos de qualidade à população. De acordo com o presidente do IBPT, João Eloi Olenike, desde que o estudo começou a ser feito, há oito anos, o Brasil, por não ter mudado a forma como distribui o que é arrecadado, tem permanecido na última posição do ranking. “O grande problema é que o País arrecada muito bem, mas acaba gastando muito com a manutenção da máquina pública, com previdência e demais custos, deixando pouco para os serviços voltados ao bem-estar da população, como o sistema de saúde, educação e saneamento básico”, explica. O estudo do IBPT compara os valores de arrecadação e do PIB com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A carga tributária do Brasil corresponde a 34,13% do PIB, 15ª maior carga do ranking, enquanto o IDH do País é o pior da lista: 0,754 - numa escala que vai de 0 a 1. A Irlanda, seguida pelos Estados Unidos, Suiça, Austrália e Coréia do Sul são os países que melhor fazem aplicação dos tributos arrecadados, em termos de melhoria da qualidade de vida de seus cidadão.

Brasil cai para últimas posições nos campos da saúde e educação

Relatório de Desenvolvimento Humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), elaborado em 2016 com informações de 2015, mostra que o Brasil figura na 22ª colocação em média de anos de escolaridade da população adulta com 25 anos ou mais. Ocupa a 24ª posição quando é avaliado o percentual de alunos matriculados no ensino superior em relação ao grupo populacional entre 18 e 24 anos. Já em relação à expectativa de anos de estudo a partir do momento em que se entra na escola, o país está um pouco melhor: 14º lugar. Diretor de relações institucionais do Quero Bolsa, plataforma de distribuição de bolsas para alunos de estabelecimentos privados de ensino superior, Marcelo Lima atribui os resultados pífios apresentados nos rankings à falta de investimento adequado no desenvolvimento da educação básica. O país gasta, anualmente, US$ 3,8 mil (R$ 11,7 mil) por aluno no primeiro ciclo do ensino fundamental (até o 5º ano). Esse é um dos piores índices mundiais, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O cenário é um pouco melhor em relação aos gastos com estudantes universitários. Nesse caso, o Brasil investe US$ 11,7 mil (R$ 36 mil), se aproximando de alguns países europeus, como Portugal e Espanha, com despesas, respectivamente, por aluno, de US$ 11,8 mil e US$ 12,5 mil, e até ultrapassa países como a Polônia (US$ 9,7 mil).

Respostas vagas, diz família de cearense detido na Rússia

A mãe de Leonardo, Fátima Pestana, já tirou um passaporte de urgência para ir buscar o filho, mas precisa que o hospital psiquiátrico libere o jovem. Leonardo tem 27 anos, é engenheiro ambiental e foi para a Rússia para fazer um curso de línguas. Voltando para o Brasil, depois de não se adaptar no país, foi detido no aeroporto de São Petersburgo. Ele está incomunicável. O Itamaraty diz que acompanha o caso, mas a família de Leonardo diz que as respostas do Consulado são contraditórias. O último contato de Fátima com Leonardo foi no dia 18. Ela disse que ele estava tranquilo, como se estivesse sob efeito de medicação.

Era de juros longos para baixo chega ao fim

O "bull market" secular -- mercado fortemente comprador -- que derrubou os juros dos Treasuries de mais de 15% ao ano no começo da década de 1980, na sequência da segunda crise do petróleo, para menos de 1,4% em 2016 tem tudo para ter chegado ao fim. As explicações variam e alguns analistas até divergem da tese. Mas o fato é que o mercado de bônus americanos tem à frente muito mais motivos para aumento dos "yields" [taxas de rendimento] do que o contrário. A consequência disso é um aperto das condições financeiras no mundo, que já está em curso e, mesmo em fase inicial, tem causado estragos em mercados emergentes e e impulsionado o dólar de forma generalizada. Autoridades de bancos centrais têm se manifestado sobre os riscos desse novo cenário aos emergentes. Urjit Patel, presidente do BC da Índia, chegou a falar recentemente em "crise" de financiamento em dólares. "O financiamento em dólares evaporou", disse ele em artigo publicado neste mês pelo "Financial Times".

Derrubada liminar que reajustava em 5,72% os planos de saúde

A liminar que fixava o teto para o reajuste de mensalidades de planos de saúde individuais foi suspensa pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O desembargador Nelton dos Santos acatou o recurso que havia sido interposto pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (Ans). Com isso, o órgão volta a ter a liberdade para fixar o reajuste que considerar apropriado. A decisão é de sexta-feira (22). Na decisão, o desembargador afirma que "a questão dos reajustes dos planos de saúde é muito mais complexa, envolvendo aspectos técnicos que não podem ser desprezados." Argumenta ainda ser "bastante abstrato o conceito de reajustes excessivos." No dia 14, a 22ª Vara Cível Federal de São Paulo havia fixado liminarmente um teto de 5,72% para o reajuste de planos individuais para o período de 2018-2019. A decisão era uma resposta à Ação Civil Pública que havia sido proposta pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), com base em um relatório do Tribunal de Contas da União.