terça-feira, 25 de março de 2014

Agentes dopados em roubo de armas são afastados

Os nove agentes penitenciários que estavam na Central de Escoltas de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, quando 45 armas foram roubadas na manhã desta segunda-feira, foram afastados. A medida foi tomada pelo secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz. Eles ficarão fora de serviço por 30 dias, prorrogáveis pelo mesmo período.De acordo com Ferraz, a medida visa assegurar a transparência das investigações e resguardar a integridade dos próprios agentes penitenciários. A Corregedoria da Secretaria de Estado de Defesa Social também continua com as apurações sobre possíveis desvios de condutas de funcionários.O roubo das armas foi detectado no início da manhã, quando acontecia a troca de turno. Agentes que chegaram para trabalhar encontraram colegas dormindo e outros passando mal. A suspeita é que eles tenham sido dopados. 

Nenhum comentário: