sexta-feira, 14 de março de 2014

Mais um fiscal é suspeito de corrupção

O Ministério Público Estadual e a Controladoria-Geral do Município investigam um fiscal da Secretaria Municipal de Finanças de São Paulo suspeito de manter dez empresas em nomes de "laranjas" e injetar nelas recursos obtidos de forma ilícita na Prefeitura. Daniel Amandio Pardal não teria ligação direta com a máfia do Imposto Sobre Serviços (ISS), suspeita de desviar R$ 500 milhões da Prefeitura, mas ocupava a mesma função dos auditores presos em novembro.O MPE investiga cerca de 50 servidores das Finanças por suspeita de enriquecimento ilícito. A diferença é que, no caso de Pardal, a apuração é também criminal: ele é suspeito de lavagem, transferindo dinheiro obtido ilicitamente para suas empresas. A suspeita, segundo o Ministério Público Estadual, é de que ele tenha acumulado patrimônio de R$ 30 milhões, divididos em veículos e bens de suas empresas. A investigação tem foco nele. 

Nenhum comentário: