quinta-feira, 20 de março de 2014

MPF denuncia envolvidos no caso do lixo hospitalar

O Ministério Público Federal denunciou à Justiça Federal os envolvidos na importação de lençóis hospitalares usados dos EUA para servirem de matéria-prima para confecções no Agreste de Pernambuco. O caso ocorreu em 2011.Foram denunciadas as empresas Na Intimidade, com sedes em Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru, e Império do Forro de Bolso, de Toritama, além de seus responsáveis - Altair Teixeira de Moura, Maria Neide de Moura e Lorena de Moura Pinto - são acusados pelo MPF de exportar, importar, processar e comercializar produtos perigosos e nocivos à saúde humana e ao meio ambiente.Também é réu na ação o comerciante Cid Alcântara Ribeiro, responsável pela empresa Texport, situada nos Estados Unidos, que exportou a carga irregular.

Nenhum comentário: