sexta-feira, 21 de março de 2014

PF investiga contratos suspeitos da Petrobras

Agentes da Polícia Federal (PF) já investigam há mais de cinco meses, inclusive com viagens ao exterior, suspeitas de evasão de dividas e superfaturamento em negócios da Petrobras. Há pelo menos três escândalos envolvidos. Todos os contratos investigados têm origem na área Internacional da Petrobras, que durante muitos anos sofreu influência do PMDB e aval do PT, segundo fontes.Serão instaurados cinco inquéritos pela PF, todos ligados a negócios da área Internacional e fechados no passado. A diretoria foi ocupada até 2012 por Jorge Zelada, que teria o aval do PMDB de Eduardo Cunha. Antes de Zelada ocupou o cargo Nestor Cerveró, funcionário de carreira da empresa. Cerveró também era apadrinhado pelo PMDB e contava com o aval do PT de Delcídio Amaral. O agora senador havia sido diretor da Petrobras há cerca de 15 anos e chefe de Cerveró na companhia.

Nenhum comentário: