sexta-feira, 21 de março de 2014

Rio reage na disputa da água

O governador do Rio, Sérgio Cabral, endureceu o discurso sobre a proposta paulista de levar água do Paraíba do Sul — responsável pelo abastecimento de 11 milhões de pessoas no Estado do Rio — para São Paulo. Através do Twitter, ele avisou que “jamais permitirá mudança no abastecimento que prejudique a população e as empresas do estado”. O destinatário da mensagem de Cabral é o colega paulista, o governador Geraldo Alckmin, que na terça-feira pediu à presidente Dilma Rousseff a autorização para transportar a água do rio e amenizar a seca nas torneiras da Grande São Paulo.Apesar do tom forte de Cabral, Vicente Andreu, diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA) — encarregado do parecer técnico sobre o projeto do governo paulista — deu a entender nesta quinta-feira que São Paulo pode sair vitorioso na disputa. 

Nenhum comentário: