BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,550, ETANOL: R$ 2,89

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,550, ETANOL: R$ 2,89

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Venda clandestina de gás de cozinha deixa segurança em risco


A venda clandestina de gás de cozinha no Distrito Federal tem ganhado vários contornos e deixado a segurança dos consumidores em risco. Nem mesmo o cerco às revendas não autorizadas nos últimos anos tem conseguido barrar o comércio ilegal na capital do país. Segundo estimativas da Associação Brasiliense das Empresas de Gás (Abrasgás) a proporção é de quase 10 revendas irregulares para cada uma legalizada. O crescimento da atividade ilegal está ligado a pouca fiscalização da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que só pode agir por denúncia, e de órgãos de fiscalização locais, como a Agência de Fiscalização (Agefis) e as administrações regionais, a quem cabe checar as licenças de funcionamento.As práticas ilegais da venda irregular do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, ocorrem de muitas maneiras no DF, principalmente nas cidades mais afastadas do Plano Piloto. 

Nenhum comentário: