BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,550, ETANOL: R$ 2,89

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,550, ETANOL: R$ 2,89

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Aeronave tinha peça desconectada ao cair com filho de Alckmin, diz Cenipa


O relatório final do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), vinculado à Aeronáutica, confirma que a queda de helicóptero que matou Thomaz Rodrigues Alckmin, filho do governador Geraldo Alckmin (PSDB), estava com componentes desconectados na hora da queda.O acidente ocorreu em abril de 2015, em Carapicuíba, na Grande SP, e matou também o piloto Carlos Haroldo Gonçalves e os mecânicos Paulo Moraes, Erick Martinho e Leandro Souza. A Aeronáutica já havia divulgado um parecer, em junho de 2015, em que apontava que a causa da queda havia sido um problema com os componentes.Segundo o relatório, os controles flexíveis (ball type) e alavancas (bellcranck), que são fundamentais para o piloto controlar a aeronave em voo, estavam desconectados antes da decolagem. Uma das hipóteses é que o mecânico a bordo tenha se distraído, sem perceber a intercorrência.

Nenhum comentário: