BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Celebração da semana santa toca na ferida da corrupção


Com tema “Diga sim a Justiça e não a corrupção. Qual o custo da desonestidade?”, as celebrações da semana santa na Igreja São José, na área central de Belo Horizonte, este ano, aproximar a reflexão do sacrifício da cruz à consciência cidadã dos cristãos. A iniciativa da paróquia, que tem à frente o padre Nélson Antônio Linhares, é uma forma de chamar a atenção para a “cruz da corrupção” no país e suas consequências, visando a construção de um Brasil mais justo e ético.A proposta aos fieis, destaca o pároco Nélson Linhares, é que encontrem um caminho de reflexão e conversão a partir da meditação dos últimos dias de vida de Jesus que foi um grande líder social. “Não podemos nos conformar com tantos irmãos nossos que tem sua família dilacerada pela corrupção e injustiça. A igreja quer ser uma voz que denuncia essa violência, propondo a solidariedade e a justiça social como caminho de superação. Precisamos de políticas públicas que criem mecanismos éticos. Afinal, foi para dar vitória à paz que Jesus entregou a sua vida numa cruz" ressalta o padre.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois é, mas se você for na história da igreja, nem sempre foi assim, se estamos do jeito que estamos é por culpa dela mesma, aproveitando a inocência do povo pra obter vantagens com mentiras. É só pesquisar porque comemos peixe na semana Santa.