BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Fachin tenta reverter tendência de liberar presos da Lava Jato


Guardião da norma constitucional e mais alta instância do Judiciário, o Supremo Tribunal Federal (STF) expôs um desentendimento entre seus integrantes ao, pela primeira vez na Lava-Jato, tirar da cadeia três réus condenados pelo juiz Sergio Moro. Em três anos de operação, nenhum dos 79 habeas corpus que chegaram à Corte havia sido atendido integralmente até a semana passada.Após a terceira derrota consecutiva, o relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, concebeu nova estratégia. Ao negar liminar que pedia a liberdade do ex-ministro Antonio Palocci, decidiu ignorar a 2ª Turma e levar o caso diretamente ao plenário.Responsável por julgar os processos da Lava-Jato e com cinco ministros na composição, a 2ª Turma soltou três pessoas em uma semana. Os primeiros a ganhar liberdade foram o pecuarista José Carlos Bumlai e o ex-tesoureiro do PP João Cláudio Genu, que juntos somam 17 anos de cadeia.

Nenhum comentário: