BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Operador espera benefício especial


O operador de utilidades Expedito Pereira dos Santos, 58 anos, espera a concessão da sua aposentadoria especial há cinco anos.O primeiro pedido ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi feito em 2012, mas o órgão não reconheceu os PPPs (perfis profissiográficos previdenciários) que comprovavam o tempo de trabalho em condições prejudiciais à saúde.Na época, ele tinha 27 anos de tempo especial, trabalhando como operador de caldeiras, somando 31 anos de contribuição no total.Depois da resposta negativa no INSS, Santos recorreu à Justiça, mas aguarda uma resposta desde 2013.No ano passado, ele foi informado de que seus laudos haviam sido aceitos no Juizado Especial Federal e que o caso estava no gabinete do juiz, à espera de uma sentença. "Quase um ano depois, a ação ainda está parada", queixa-se o leitor.Santos continuou trabalhando e hoje já soma mais de 35 anos de contribuição. Mas o segurado diz que, na época em que fez o primeiro pedido, já tinha mais do que os 25 anos exigidos na aposentadoria especial. "Estou esperando há muito tempo, não sei mais o que fazer.

Nenhum comentário: