BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Padrasto e vizinhos acusados de abuso a menores em Camacan

Um padrasto, identificado como Gutemberg Silva Marques, 41 anos, os vizinhos Cosme e Damião Bandeira Castro, 51 anos e José Antônio dos Santos, (Tonhão) 61, foram presos, acusados de abusarem sexualmente de quatro meninas de 7, 9, 10 e 13 anos. O caso foi descoberto por uma vizinha que desconfiou do comportamento estranho das crianças, nos últimos dias e começou investigar por conta própria, denunciando à polícia. O caso só teve a liberação para divulgação na tarde desta quinta-feira (8), para não atrapalhar a investigação policial. As crianças estiveram com a mãe e dois conselheiros tutelares e contaram como eram abusadas pelo padrasto e os amigos dele. As crianças disseram que há muito tempo vinham sendo abusadas e eram ameaçadas para não contarem nada pra ninguém. As vítimas também informaram que os pedófilos ofereciam doces, dinheiro e celulares, objetivando atrai-las para a residência.. Segundo a investigação policial, por várias vezes, além dos atos libidinosos, os pedófilos, tiveram conjunção carnal com as crianças, inclusive com a menor de 7 anos. Gutemberg, o padrasto, que também é tio das menores, utilizava um colchão colocado na sala da casa, enquanto a esposa dormia. Uma das crianças contou ainda que sua mãe tinha conhecimento dos abusos praticados pelo padrasto. Após o relato das menores, o delegado Francesco Denis da Silva Santana, expediu guia, para que as menores fossem submetidas a exames de corpo deleito no Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT), objetivando detectar o grau de gravidade dos danos físicos e psicológicos causados às vitimas. Se condenados, eles serão enquadrados no artigo 217–A do Código Penal, por estupro de vulnerável e poderão pegar penas de 8 a 15 anos de reclusão. (O Tempo Jornalismo)

Nenhum comentário: