BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,499, ETANOL: R$ 2,79

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,499, ETANOL: R$ 2,79

sábado, 8 de julho de 2017

Corpos encontrados na BR-101 e na praia de Coroa Vermelha

O corpo do trabalhador rural José Carlos de Jesus Freire, 28 anos, foi encontrado às margens da BR-101, a cerca de três quilômetros do distrito de Monte Pascoal, em Itabela, por volta das 6h da manhã deste sábado (8). José Carlos apresentava um corte profundo na cabeça, mas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, só a perícia pode confirmar se ele foi assassinado ou atropelado. A polícia investiga se a morte de José Carlos tem relação com um acidente que ocorreu menos de duas horas antes, a cerca de 50 metros de onde estava o corpo. Isso porque o motorista de uma caminhonete, o feirante José Batista dos Santos, de 55 anos, contou que precisou sair da pista para tentar desviar de outro carro que vinha em zig-zag. “O jeito foi descer com a caminhonete no meio do cafezal”, contou José Batista, que estava acompanhado da mulher e de um funcionário, mas nenhum deles ficou ferido. A suspeita é que o carro que estava desgovernado tenha atingido o pedestre. “Eu não vi nenhum corpo na hora do acidente. Na realidade, chovia e estava escuro no momento da batida. Só quando amanheceu que encontraram o corpo ali. Mas acho que não foi atropelado”, disse José Batista. Carro amassado foi encontrado abandonado a três quilômetros do local onde corpo foi encontrado Mesmo com o veículo danificado, o outro motorista conseguiu percorrer uma distância de quase três quilômetros. O carro foi encontrado abandonado na estrada de acesso ao distrito de Monte Pascoal. O condutor fugiu. Os policiais realizaram buscas, mas não conseguiram encontrá-lo. Segundo alguns moradores da localidade, o lavrador – que trabalhava em uma plantação de café -, voltava de uma festa realizada em um assentamento. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico de Eunápolis. O resultado do exame cadavérico ainda não foi divulgado.
OUTRO HOMICÍDIO - Ontem (7), a Polícia Civil encontrou, por volta das 19 horas, o corpo do assistente social Joílson Ferreira de Almeida (foto), 50 anos, enterrado em uma cova rasa em uma praia de Coroa Vermelha, município de Santa Cruz Cabrália. O corpo estava dentro de uma mala, amarrado com cadarços. O local, segundo a delegada Elisabeth Salvadeu, foi indicado pelo adolescente de 17 anos, apreendido horas antes, na cidade de Itabela. Após confessar o assassinato ao delegado Robson Andrade, ele foi encaminhado para Coroa Vermelha. Ainda de acordo com Elisabeth Salvadeu - que conduz as investigações, o menor declarou ainda que contou com a ajuda de um irmão de 16 anos para cometer o crime. As investigações apontaram que os irmãos estavam transitando com a moto da vítima desde o seu desaparecimento, no último dia 26 de junho. “Ele disse que abandonou a moto em uma estrada de Guaratinga, mas acredito que essa moto ainda esteja com o irmão dele, que também está envolvido no homicídio e ocultação do corpo”, ressalta a delegada. “Ainda iremos ouvir o acusado, para tentar saber o que motivo o crime e como ele foi praticado”, finalizou a delegada. (Radar64)

Nenhum comentário: