BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

BAIXOU GERAL NO POSTO DOS TAXISTAS: GASOLINA: R$ 3,91, ETANOL: R$ 2,95

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Falta de kits do Ministério da Saúde paralisa exames de HIV


A falta de kits para exame de carga viral distribuídos pelo Ministério da Saúde afeta todos os 14 centros de referência de São Paulo para tratamento de HIV. São os chamados SAE (Serviço de Atendimento Especializado). Os pacientes em tratamento do vírus devem fazer os testes a cada seis meses para monitorar a infecção.Sem se identificar, a reportagem entrou em contato com os 14 centros de atendimento da capital e a informação é de que não há previsão para retorno dos exames, suspensos pelo governo federal. Em alguns casos, pacientes estão há três meses sem o atendimento, a exemplo do SAE M'Boi Mirim.O professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp Francisco Aoki diz que o exame de carga viral é necessário, já que permite calcular a quantidade de vírus no sangue do paciente, além de fazer o controle do tratamento com antirretrovirais, utilizados no tratamento da Aids."Quando este controle é adequado, detecta partículas virais, de maneira ideal".

Nenhum comentário: