domingo, 8 de julho de 2018

Tomba terceiro acusado de matar policial em Eunápolis

Outro acusado de participação no assassinato de um sargento foi morto em uma troca tiros com a Polícia Militar, no início da tarde deste sábado (7), no distrito de Pindorama, em Porto Seguro. Pedro Vinícius dos Santos (Bochecha), 22 anos, estava em uma moto, juntamente com um comparsa. Segundo o major Anacleto França, comandante do 8º Batalhão, aos ver a aproximação dos policiais, os dois suspeitos saíram correndo, pulando as cercas de várias casas. Enquanto corriam, eles atiravam nos policiais. Bochecha foi alvejado e caiu dentro do banheiro de uma casa. Ele ainda chegou a ser levado para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu. O comparsa dele conseguiu fugir. Foram apreendidas uma pistola calibre 380 e uma moto roubada. A identidade de Bochecha só foi descoberta no hospital, pois ele possui diversos mandados de prisão decretados pela justiça.
O sargento Françual Manuel Santos, 48 anos, foi morto durante abordagem a um carro com quatro pessoas suspeitas, na Avenida Luís Eduardo Magalhães, em Eunápolis. Na troca de tiros, além do sargento, morreu também um dos bandidos, Carlos André de Jesus Chagas, 33 anos. Os outros conseguiram fugir. Na mesma noite, Vilson Sacramento de Oliveira, 23 anos, morreu em confronto com a PM em Pindorama. O quarto foragido, Bruno Conceição de Souza, 22 anos, o Shrek, está foragido. Foi ele que disparou os tiros que mataram o sargento. A quadrilha, de acordo com a Polícia Militar, também é investigada por vários homicídios, assaltos e tráfico na região. A polícia destaca a morte de Daniel Sinay, 37 anos, dono de uma pousada em Caraíva, em maio deste ano, do fazendeiro Normélio Golim Paim, 71 anos, em julho do ano passado, em Vale Verde e do frentista do posto de um posto de gasolina Albervan Duarte Socorro, de 41 anos, em abril de 2016. (Radar64)

Nenhum comentário: