domingo, 5 de abril de 2020

Homicídio em Ilhéus; homossexual foi executado a tiros

A violência não dá trégua na cidade de Ilhéus. Um homossexual, conhecido apenas por Aninha Abelha, foi assassinada com vários tiros à queima-roupa e outro ferido, no interior de uma residência, na comunidade de Vila Cachoeira, na madrugada deste domingo (5). De acordo com informações apuradas pela reportagem do site Fábio Roberto Notícias, homens fortemente armados e encapuzados chegaram na localidade gritando o nome da facção criminosa Tudo 2 e, em seguida, invadiram a residência e passaram atirar várias vezes contra as vítimas. O sobrevivente identificado por Leonardo Sales Ferreira, 30 anos, residente na rua Beira Rio, foi atingido por disparo de arma de fogo na cabeça e encaminhado pelo Samu 192 para emergência do Hospital Regional Costa do Cacau. A polícia não descarta a possibilidade que o crime tenha ligação com a guerra entre facções e a disputa pelo território de drogas. O corpo do homossexual foi removido para o DPT para necrópsia. Na mesma ação, Leonardo Sales, 30 anos, foi baleado na cabeça e está no Hospital Costa do Cacau. Ilhéus teve o mês de março mais violento dos últimos anos: foram 16 assassinatos e abril não está diferente. Já são 2 mortes, em 2020 e a cidade já contabiliza 30 assassinatos.

Nenhum comentário: