segunda-feira, 6 de abril de 2020

Mandetta fica e diz que MS procura ser a voz da ciência

Após um dia tenso com o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou em entrevista coletiva nesta segunda-feira (6), que vai ficar na chefia da pasta para “enfrentar o nosso inimigo”, que é coronavírus. Em discurso, Mandetta diz que o Ministério da Saúde “é a voz da ciência para enfrentar a covid-19”. Para ele, o trabalho dos funcionários da pasta é um “trabalho técnico” e diz ser “um porta-voz”. Ele voltou a dizer que “médico não abandona paciente”. Mandetta realiza a entrevista coletiva depois de ter se reunido com o presidente Jair Bolsonaro, que o ameaçou de demissão nesta segunda-feira, 6, mas voltou atrás após conversas com a cúpula militar do governo.

Nenhum comentário: