quarta-feira, 8 de julho de 2020

EUA batem recorde com mais de 60 mil casos de Covid em 24hs

Os Estados Unidos voltaram a bater um novo recorde na pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e registraram 60.209 casos da doença nesta terça-feira (07), segundo dados do Centro Universitário Johns Hopkins. Esse é o maior número já registrado em qualquer país do mundo. A nação se aproxima cada vez mais da marca de três milhões de contaminações pela Covid-19, sendo que no fim da noite de ontem contabilizava 2.991.351 infecções. O número de mortes também voltou a passar de mil, chegando a 1.100 vítimas no mesmo período. O total de falecimentos é de 131.362 até o fim desta terça-feira. No entanto, para o presidente Donald Trump, seu governo vem fazendo um “bom trabalho”, contrariando o que disse o diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas e um dos coordenadores da força-tarefa de Washington para combate à pandemia, Anthony Fauci. “Nós estamos em um bom lugar, não concordo com ele [Fauci]. O doutor falou que era para não usar máscara, agora é para usar. Disse para eu não barrar os voos da China e eu fiz isso. Se ouvisse meus especialistas, estaríamos piores. E, ao invés disso, estamos fazendo um bom trabalho”, afirmou aos jornalistas. Fauci, assim como toda a comunidade científica, vem seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), entidade da qual o republicano anunciou a saída formal nesta terça. Como a doença é nova, por diversas vezes, os cientistas voltaram atrás em recomendações e revisaram protocolos. Sobre o vírus ter vindo da China, Trump se refere ao início da pandemia, em janeiro. No entanto, diversos estudos mostram que, nos Estados Unidos, as cepas do vírus têm origem europeia, em uma mutação que deixou o Sars-Cov-2 ainda mais rápido para a contaminação. (Ansa)

Nenhum comentário: