terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Itabunense lança "Grito - Silêncios Ecoando em Minha Voz"

Convidar o leitor para um mergulho em silêncios que proporcionam a descoberta e autonomia de uma voz. Um grito palpável. Palavra que pulsa na página e se faz poesia. Essa é a essência de Grito – silêncios ecoando em minha voz, novo livro da escritora baiana Renata Ettinger que traz 45 poemas em uma sequência temática que funciona como guia para o processo de desenvolvimento da arte de se expressar buscada pela autora. O lançamento oficial da obra acontece no próximo domingo, dia 06, às 18h, com um bate-papo online – pela plataforma Zoom – com a escritora e leitura de poemas. “Grito é meu segundo livro de poesia, que nasceu depois de um silêncio de quase 20 anos e de um último poema que dizia “Não vou mais cantar”. Foi preciso tempo para maturar minha palavra. Para “ser corpo/e casa/ e melhor morada/para minha própria/palavra”. Para me entender uma voz. Uma voz que não tem medo de ser ouvida. Por isso, Grito”, explica a autora, em tom de poesia. As pessoas interessadas em adquirir a obra ou saber mais informações devem visitar o site. O link para participar do evento será disponibilizado no dia do lançamento, no Instagram @renataettinger. Baiana de Itabuna, Renata Ettinger é poeta e dizedora de versos, publicitária e arteterapeuta junguiana. Seu primeiro livro, Um eu in verso, foi publicado em 2002 e, há dois anos, participou da coletânea “Oito Polegadas”, junto com Mário Garcia Jr., Nalini Vasconcelos e Ricardo Guedeville. Durante o período de isolamento social, realizou o projeto “Quarentena com Poema (QCP)”, quando compartilhou diariamente poemas em áudio com amigos e interessados em poesia. Foram 215 dias consecutivos de poesia para ouvir e sentir, com mais de 70 autores contemplados. O projeto, inclusive, já pode ser conferido nas principais plataformas de streaming (Spotify, Deezer, Google Podcasts, entre outras), assim como o “Trago Poemas”, sua mais nova empreitada que tem um formato semelhante ao QCP, mas com uma periodicidade menor (2 ou 3 vezes por semana). Além disso, a escritora também compartilha seus poemas através do site.

Nenhum comentário: