quinta-feira, outubro 01, 2020

BR-101 terá três pedágios no Extremo Sul da Bahia

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou na quinta-feira, 29 de agosto, no Diário Oficial da União, o aviso de edital de concessão de um trecho de 772 quilômetros da BR-101, na Bahia. Os valores de investimentos previstos são de R$ 4,61 bilhões. Cerca de R$ 17,23 bilhões são de receita de pedágio e R$ 2,98 bilhões de custos operacionais. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou na quinta-feira, 29 de agosto, no Diário Oficial da União, o aviso de edital de concessão de um trecho de 772 quilômetros da BR-101, na Bahia. Os valores de investimentos previstos são de R$ 4,61 bilhões. Cerca de R$ 17,23 bilhões são de receita de pedágio e R$ 2,98 bilhões de custos operacionais. O trecho que será entregue à concessão vai do entroncamento da rodovia com a BR-324, em Feira de Santana, até o entroncamento com a BA- 698, no acesso a Mucuri. O leilão será realizado no dia 23 de outubro. As praças de pedágios ficarão em São Gonçalo dos Campos (R$ 6,20), Conceição do Almeida (R$ 9,20), Teolândia (R$ 11), Ubaitaba (R$ 11,90), Buerarema (R$ 11,50), Mascote (R$ 12), Itabela (R$ 9,90), Itamaraju (R$ 9,50) e Caravelas (R$ 11,40). A cobrança da tarifa de pedágio somente poderá ter início após a conclusão dos trabalhos no sistema rodoviário e a execução de pelo menos 10% das obras de duplicação. Ainda em nota, o ministério informa que o sistema rodoviário que será afetado pela concessão abrange 52 municípios: Alcobaça, Arataca, Aurelino Leal, Barro Preto, Belmonte, Buerarema, Cachoeira, Camacan, Camamu, Caravelas, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Itacaré, Itagimirim, Itajuípe, Itamaraju, Itapebi, Laje, Marau, Mascote, Mucuri, Muritiba, Mutuípe, Nova Ibiá, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Presidente Tancredo Neves, Santo Antônio do Jesus, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Miguel das Matas, Sapeaçu, Teolândia, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Uruçuca, Valença, Vereda e Wenceslau Guimarães. (Radar 64)

40 comentários:

  1. É um absurdo tudo isto,rodovia de terceira categoria,sem acostamentos, sinalização péssima.e mais....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente por isso que vai privatizar. Para melhorar os serviços.
      Espero que venha logo a privatização ndos Correios. O pior serviço público prestado. Assim como na saúde. Nas CIRETRANs.
      Se tudo for assim, vai melhorar. Assim como os cartórios hoje são mil vezes melhores.

      Excluir
    2. A Via Bahia melhorou o que? A 116 tá uma porcaria

      Excluir
    3. Um pedagio nesse valor.e um absurdo

      Excluir
  2. Torcendo para iniciar logo.

    ResponderExcluir
  3. Tomara que melhore, pra vermos um bom resultado e menos acidente com vítimas.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Muito manoooooo , porra nós tamo aqui no cu da bahia, gnt tem que melhorar nada , ta tendo acidente porque não sabem dirigir ( não sabem a diferença entre o freio e o acelerador caralho)

      Excluir
  5. Só assim pra melhorar... Graças à Deus!!!

    ResponderExcluir
  6. Saindo de casa (Salvador) para a fazenda (Itamaraju) vou gastar R$ 100,00 só de pedágio.Absurdo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazendeiro. Tem problema não. O Agro compensa.

      Excluir
    2. De volta mais 100 barato né

      Excluir
  7. So assim vai diminuir muitos o altos índice d acidente principalmente com animais

    ResponderExcluir
  8. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  9. Por mais que privatize, com a intencao de ter um trafego melhor, e com duplicação, esses valores para as pracas a serem cobrados isso é uma extorção aos usuarios.

    ResponderExcluir
  10. Concordo em privatizar. mas não com esse valor absúrdo😕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro demais.. passei pelo ES paguei vários pedágios de 6,9,5,10 etc..e o pior rodovias iguais as rodovias geridas pelo governo..ou seja .privatizou encareceu o uso para o usuário e a rodovia é uma merda..

      Excluir
  11. Concordo com a privatizar, mas tem que fiscalizar pra não ocorrer o que vem acontecendo na BR 324, cobra pedágio e o asfalto todo esburacado , e TB rever os valores desses pedágios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é preço de privatização.
      Acorda rapaz

      Excluir
  12. Privatizar é muito bom,mas os valores estão absurdos. Coitados dos caminhoneiros, como meu esposo e meu filho. Frete baixo e pedágios e combustível altos. O dinheiro do frete ficará todo na estrada.

    ResponderExcluir
  13. A melhoria é só pro bolso deles, pq a Br324 continua uma merda

    ResponderExcluir
  14. Concordo em privatizar mas os preços ficaram muito muito caro, dá de um lado e tira do outro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A 324 realmente é uma porcaria, também trecho com muita proprina, hoje a via Bahia tem mais advogado que engenheiro, para se ter uma idéia, nós estamos vivendo uma outra época, propina tá difícil...

      Excluir
  15. Ridículo esse país de merda,paga pra fazer,depois tem que pagar passar.Absurdo tudo isso,brasileiro nasceu pra ser idiota desse sistema político que oprime o cidadão de bem.A rodovia que liga Ipiaú a Gandu todo ano gasta milhões de reais e com apenas 6 meses está tudo cheio de buraços.

    ResponderExcluir
  16. Concordo com a privatização, desde que as taxas de IPVA e outras mais sejam reduzidas! Afinal o governo deixará de ter esse custo em seu bolso!!!!

    ResponderExcluir
  17. Quem defende o pedágio deve ser sócio das empresas q vão participar da licitação

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente esse é o Brasil que estamos vivendo, se os preços das coisas estão aumentando a cada minuto, como será a pagar pedágio tão alto; se ñ tivermos cuidado, maioria das famílias baixa renda vão morrer de fome, essa é a verdade!

    ResponderExcluir
  19. Eu concordo em privatizar as rodovias federais e duplicar aí sim vale a pena pagar porém esses valores estão altos demais para um pequeno percurso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma vergonha isso,pagamos a gasolina mais cara do Brasil é ainda estão ququerendo fazer isso

      Excluir
  20. Como pode.pagamos IPVA pra que?
    As estradas brasileiras são uma merda o extremo Sul da Bahia é esquecido por governantes sai de Teixeira de Freitas para alcobaça so tem buraco vai pra Medeiros Neto pior ainda se for pra lajedão aí que quebra tudo mesmo.
    Os últimos governadores que foram eleitos só vem aqui de avião e deslocam para as outras cidades de elicoptero.
    Agora pedágio com preços abusivos.

    ResponderExcluir
  21. Está máfia de pedágio tá di mais nua BR desta tá pior do q os indios

    ResponderExcluir
  22. O problema é que as melhorias não acontecem depois das privatizações, exemplo BR116 e 324.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É terrível, o texto da concessão favorece a malandragem, aliás quem lavrou o texto foi na intenção de colocar os laranjas para adquirirem as concessões. Começar a cobrar depois de 10% das obras, praticamente é para fazer as praças de pedágio e mandar a mão no bolso do povo. Quando vence o prazo da concessão. Fala que foi inviável a duplicação e aí muda de laranja e perpetua o assalto aos transeuntes. absurdo🧐😡😤

      Excluir
  23. No Rio de janeiro a justiça embargou uma praça de pedagio envolvida em corrupção, e extorquindo a população. uma vergonha entregar as BR BRASILEIRAS PARA O CAPITALISMO SELVAGEM.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Curioso o caso de pessoas que aceitam e querem pagar para trafegar numa rodovia que é pública, bancada com nossos impostos e que atualmente apresentam boas condições. Duplicacao nao evita acidentes, basta ver outras ja duplicadas. As empresas que irão administrar darão lucro para algum parceiro do governo a troco de doacao para campanha em 2022. Vamos aplaudir!

    ResponderExcluir
  26. Concordo em pagar o pedágio, desde que retirem as taxas de IPVA que são destinadas para isso.

    ResponderExcluir
  27. Os valores dos pedágios estão caros dimais.
    E um assalto sem armas de fogo.

    ResponderExcluir
  28. Há 1 ano, mais ou menos, a BR 101 estava um tapete. Estão deixando deteriorar para justificar a privatização. Tudo q precisávamos era uma duplicação; coisa que nossos impostos pagaria muito bem.
    Isso que está acontecendo é um abuso. Gostaria muito de saber quem são estas pessoas que apoiam essa iniciativa, certamente são as mesmas que apoiaram a privatização da BR 324. Ainda tem gente que vem com discurso de que é a favor, mas precisa de fiscalização; por acaso esqueceu-se que esse país é o Brasil?

    ResponderExcluir
  29. Pagar por uma coisa que ja é nossa ...vem uma empresa cobrar por uma rodovia construída com recursos públicos e depois continuamos pagando pelos impostos na compra do carro ,combustível, ipva e tantos outros ...ainda tem gente concordando com isso ...JÁ pagamos impostos demais para que haja manutenção ...Não fazem por que não querem

    ResponderExcluir